Menu
Busca sexta, 20 de setembro de 2019
(67) 9860-3221
AGRO

Produtores de MS já venderam quase metade do milho segunda safra

23 agosto 2019 - 16h05Por André Bento

Produtores rurais de Mato Grosso do Sul já venderam quase metade do milho segunda safra produzido neste ano. Com a saca a preço médio estável de R$ 27,31 no mercado interno entre os dias 12 e 19 de agosto, o volume comercializado chegou a 48,37%, segundo levantamento da Aprosoja-MS (Associação dos Produtores de Soja). 

Em levantamento feito pelo Siga MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio), a entidade apurou que até o dia 16 passado as máquinas já haviam avançado por 92,8% dos 2,173 milhões de hectares cultivados. Com produtividade média de 88 sacas por hectare, a estimativa de produção é de 11,475 milhões de toneladas, recorde estadual caso se confirme. 

Analista Técnica do Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Tamiris Azoia informou ao Dourados News que a capacidade estática de armazenamento do Estado é de 9.723.271 toneladas, conforme o portal de informações agropecuárias da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). 

Segundo ela, que é engenheira agrônoma, além do milho segunda safra, as principais culturas de inverno sul-mato-grossenses são pastagem, milheto, sorgo, aveia e trigo, esta última cultura com área plantada estimada pela Conab em 25.000 hectares para segunda safra 2019. 

Conforme o Boletim Casa Rural mais recente divulgado pela Aprosoja, o preço da saca do milho entre 12 a 19 de agosto de 2019 ficou estável em R$ 27,31 e a praça de Ponta Porã teve a maior valorização no mês, cotada em R$ 28,00, o que dá preço médio de R$ 27,03. Porém, no comparativo com agosto do ano passado é constatada retração nominal de 12,48%, porque o cereal tinha a saca comercializada a R$ 30,88. 

Também analista técnica do Sistema Famasul, a economista Bruna Dias informou ao Dourados News recentemente que o Irã é quem mais compra milho produzido em Mato Grosso do Sul. Segundo ela, no primeiro semestre deste ano, 71,90% das exportações estaduais desse cereal tiveram como destino aquele país.

Relatório elaborado pelo Departamento Técnico do Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) a pedido do Dourados News detalhou que de janeiro a junho de 2019 o setor produtivo sul-mato-grossense comercializou 405,6 mil toneladas de milho, volume 65,63% superior ao exportado em igual período de 2018.

Em menção a dados da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços, a Federação aponta que as exportações de milho no semestre renderam US$ 71,7 milhões à economia estadual, alta de 77,58% em relação ao passado.
Desse montante, US$ 51,5 milhões foram pagos somente pelo Irã, principal destino das exportações de milho sul-mato-grossense até junho deste ano. O país localizado na Ásia Ocidental respondeu, sozinho, por 71,90% dessas negociações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INFORME PUBLICITÁRIO
Alvorada Materiais de Construção promove distribuição de mudas no Dia da Árvore em Dourados
TEMPO
Sexta-feira nublada compossibilidade de chuva em Dourados
SHOWBIZZ
Carol Portaluppi relembra mergulho em águas cristalinas
PONTA PORÃ
Polícia apreende 5,2 toneladas de maconha em depósito na fronteira
TRAFICANTE
Fernandinho Beira-Mar é transferido para presídio federal de Campo Grande
FUTEBOL
Bela Vista recebe sábado a segunda rodada da 3ª fase da Copa Assomasul
CAMPO GRANDE
Cadáver é encontrado em área de pasto às margens da BR-262
ANTECIPAÇÃO
Bolsonaro quer investigar aumento abusivo em postos de combustível
CRIME AMBIENTAL
Dupla é autuada em R$ 318 mil por desmatamento de vegetação nativa
EQUILIBRIO FISCAL
Ministério da Educação é contrário à proposta do novo Fundeb

Mais Lidas

DOURADOS
Polícia fecha “boca do Matrix” e prende acusado de vários furtos no Centro
POLÍCIA
PRF apreende caminhonete com cerca de 3 toneladas de maconha
DOURADOS
Preso que fugiu da PED realizava serviço com outros 10 internos
DOURADOS
Polícia apreende mais de 200kg de cocaína sob carga de milho