Menu
Busca sexta, 14 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
AGRONEGÓCIO

Com estrutura diferenciada, evento reúne produtores para dia de palestras e negócios

15 outubro 2019 - 11h43Por Vinicios Araújo

O Banco do Brasil realiza em Dourados nesta terça-feira (15) o Circuito de Negócios Agro 2019. Com estrutura diferenciada, a estatal tem como proposta oferecer a cerca de 400 produtores rurais, um dia de palestras e negócios. Com isso, se agrega também a oportunidade de encontrar amigos do setor rural e trocar experiência adquiridas ao longo da produção neste ano. 

O evento foi aberto às 8h, recepcionando os convidados com coffee break. Em seguida, às 9h10 iniciaram as discussões didáticas, que neste ano tiveram como tema central a prática de armazenagem. 

Essa será a programação da manhã, seguindo a tarde com uma espécie de ‘feirão itinerante’, onde os produtores terão oportunidade de conhecer as ofertas e tecnologias desenvolvidas por empresas ligadas ao setor, em 22 stands montados no pátio do Sindicato Rural de Dourados. 

Segundo o superintendente do Banco do Brasil em Mato Grosso do Sul, Sandro Jacobsen, a instituição financeira inovou na edição do circuito este ano, trazendo parceiros e fomentando negócios dentro da programação do evento. Em anos anteriores, os encontros ficavam exclusivos a palestras e workshops. 


“Nós sentimos que havia uma demanda do segmento, aproveitar o dia. Como este ano nós tivemos a novidade da agência móvel, a carreta do circuito agro, a gente convidou os parceiros para estarem juntos. Tivemos sucesso neste mesmo modelo em São Gabriel do Oeste e em Maracaju, então nós entendemos que quando você traz mais atrativos, ou seja, você traz parcerias locais para fazer parte do evento o sucesso é muito maior. O foco é fazer negócios, unir o segmento em Dourados”, disse.

Para o superintendente, o avanço das safras em Mato Grosso do Sul é resultado do profissionalismo do agricultor. Ele considera que o investimento em tecnologia e o cultivo planejado tem sido o grande diferencial. 

“É um segmento que não pára, sempre buscando novas tecnologias e esses recordes serão batidos ano a ano. O nosso agricultor está muito profissional, buscando tecnologia, plantando na hora certa, acompanhando a sua atividade corretamente. Aqui no sul o grão vem muito forte, então vemos um profissionalismo que nos enche de orgulho. O agro, como motor da nossa economia no sul, está sempre evoluindo. A gente tem certeza que os profissionais que estão no agronegócio entenderam que você tem que fazer a coisa com muita capacidade de geração de renda, então como são atividades onde você acaba investindo muito, você precisa fazer bem feito”, afirmou.

Quem confirma isso é o presidente do sindicato rural de Dourados Lúcio Damalia. Ele garante que apenas com a aplicação da tecnologia já existente, a produtividade do campo avançou bastante. 

“Só usando as tecnologia já existente, aplicando, nós já chegamos a 240 milhões de toneladas só em área já degradada. E isso sem diminuir a produção de carne, que também está em alta. Tecnologia nós temos, nosso principal insumo é o conhecimento, e ele está sabendo aplicar”, disse ressaltando a importância de parcerias com universidades e institutos de pesquisas. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA ANDRADINA
Carreta carregada com plumas de algodão pega fogo na BR-267
VILA CACHOEIRINHA
Preso após quebrar vidraça de sorveteria é reconhecido por vítima de furto
ALDEIA BORORÓ
Primos são suspeitos de tentar estuprar criança de 8 anos em Dourados
DOURADOS
Condenado por roubo é detido após furtar queijo e detergente de mercado
CRIME AMBIENTAL
Dono de chácara leva multa de R$ 3 mil por derrubar árvores sem licença
RIBAS DO RIO PARDO
Em liberdade provisória, mulher acaba presa por tráfico de drogas
FUTEBOL
Bayern humilha o Barcelona e se classifica para as semis da Champions
REGIÃO
Homem quebra tornozeleira eletrônica de propósito para voltar para cadeia
ESTAÇÃO RADAR
Bolsonaro vem a MS pela primeira vez após eleição presidencial
COMITIVA
Temer se encontra primeiro-ministro interino do Líbano

Mais Lidas

DOURADOS
Preso no Ipê Roxo era investigado desde fevereiro por estupro do sobrinho
VIDA NOTURNA
“Estão passando fome”: profissionais do sexo sofrem com a pandemia em Dourados
DOURADOS
Com gritos de "pega ladrão", grupo é flagrado furtando carro no Jardim Paulista
DOURADOS
Decreto deve autorizar volta de cursos profissionalizantes e atividades práticas de universidades