Menu
Busca sexta, 13 de dezembro de 2019
(67) 9860-3221
RURAL

Alvo de boicote do governo brasileiro, Irã é maior comprador do milho de MS

29 julho 2019 - 09h08Por André Bento

Recente alvo de boicote do governo brasileiro, que se recusou a abastecer dois navios com sua bandeira por causa de embargos impostos pelos Estados Unidos e só reconsiderou a decisão após ordem do STF (Supremo Tribunal Federal), o Irã é quem mais compra milho produzido em Mato Grosso do Sul. No primeiro semestre deste ano, 71,90% das exportações estaduais desse cereal tiveram como destino aquele país.

Relatório elaborado pelo Departamento Técnico do Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) a pedido do Dourados News detalha que de janeiro a junho de 2019 o setor produtivo sul-mato-grossense comercializou 405,6 mil toneladas de milho, volume 65,63% superior ao exportado em igual período de 2018.

Em menção a dados da Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Indústria, Comércio Exterior e Serviços, a Federação aponta que as exportações de milho no semestre renderam US$ 71,7 milhões à economia estadual, alta de 77,58% em relação ao passado.

Desse montante, US$ 51,5 milhões foram pagos somente pelo Irã, principal destino das exportações de milho sul-mato-grossense até junho deste ano. O país localizado na Ásia Ocidental respondeu, sozinho, por 71,90% dessas negociações.

O segundo principal comprador desse cereal cultivado em Mato Grosso do Sul, Japão, importou US$ 5,7 milhões, 8,01% do volume total.

Outros compradores do milho sul-mato-grossense neste ano foram a Malásia, que pagou US$ 5.550 milhões por 31.120 mil toneladas, Vietnã, US$ 3.670 milhões por 20.901 mil toneladas, Taiwan, US$ 2.910 milhões por 13.002 mil toneladas, Líbano, US$ 1.362 por 8.157 mil toneladas, Coréia do Sul, US$ 559 mil por 3.316 mil toneladas, Cuba, US$ 348 mil por 1.957 mil toneladas, e Arábia Saudita, US$ 2 mil por 14 toneladas.

SAFRA

Na safra atual de milho, o mais recente Boletim Casa Rural do Siga MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio) revelou que a colheita já avançou por mais de 43% da área cultivada no Estado, de aproximadamente 1,918 milhão de hectares.

Com produtividade média de 88 sacas por hectare, a projeção da Aprosoja-MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul) é de 10,127 milhões de toneladas a serem produzidas.

NAVIOS

Os navios iranianos alvo de boicote do governo brasileiro foram abastecidos pela Petrobras neste final de semana, após determinação do STF. Atracadas no porto de Paranaguá, no Paraná, as embarcações são alvos de embargo do governo norte-americano, razão pela qual houve a recusa de reabastecimento.

De acordo com a Agência Brasil, os navios MV Termeh e MV Bavant ficaram 50 dias parados com aproximadamente 100 mil toneladas de milho destinadas ao Irã, cargas avaliadas em mais de R$ 100 milhões. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

RIO DE JANEIRO
Ex-deputados Edson Albertassi e Paulo Melo são soltos por engano
RESORT
Morre menino vítima de queda de avião em resort no sul da Bahia
ECONOMIA
Prefeitura de Dourados esclarece sobre cálculo do 13º salário
Adolescente procura polícia para denunciar estupro cometido por conhecido
MPT/MS vistoria instalações da Eldorado Brasil Celulose por condições laborais
UEMS
Curso de Pedagogia promove colônia de férias em janeiro em Dourados
NATURE
Diretor demitido pelo Inpe é escolhido um dos 10 cientistas de 2019
Mulher baleada pelo próprio marido em fazenda é socorrida de avião
COPA DO MUNDO
Futebol feminino: Brasil se candidata a receber Mundial de 2023
POLÍTICA
União das Câmaras de Vereadores debateu a violência contra a mulher

Mais Lidas

CAARAPÓ
Homem é assassinado a golpes de faca após discussão em bar
DOURADOS
Inteligência da PM prende dois por tráfico no bairro Estrela Tovi
GRANDE DOURADOS
Quadrilha especializada em roubo de caminhonetes é desarticulada e seis são presos
FURTO
Polícia recupera objetos e fecha ponto de receptação em Dourados