Menu
Busca quarta, 26 de junho de 2019
(67) 9860-3221
RURAL

55ª Expoagro derruba mitos e fala sobre criação de abelhas próximo à lavoura de soja

16 maio 2019 - 16h50Por Da Redação

Sempre preocupado em debater temas atuais de interesse dos produtores rurais, o Sindicato Rural de Dourados promoveu nesta quarta-feira (15) em parceria com a Aprosoja-MS (Associação dos Produtores de Soja do MS) a palestra “Abelhas e Soja: Mitos e Verdades”. O tema foi debatido pelo pesquisador da Embrapa Soja, Décio Luiz Gazzoni, que explicou aos participantes como esta combinação entre criação e lavoura pode funcionar em harmonia. Promovida pelo Sindicato Rural de Dourados, a 55ª Expoagro segue até domingo (19) no Parque de Exposições João Humberto de Carvalho.

O presidente do Sindicato Rural, Lúcio Damália, ressaltou durante o evento que, apesar de a soja ser uma planta que não precisa da colaboração das abelhas para ter polinização, o inseto pode ser um aliado do produtor.  “A abelha pode ser benéfica e pode aumentar em até 5% a produtividade da soja, segundo estudos”, ressaltou. Muitas pesquisas na área desenvolvidas no Brasil e no exterior têm mostrado que as lavouras de soja que recebem essa interferência das abelhas têm resultados superiores a áreas que não convivem com a criação dos insetos polinizadores.

Luis Renato Peixoto Cavalheiro é engenheiro agrônomo, produz soja e cria abelhas. Ele conta que sempre gostou das duas atividades e se surpreendeu com os resultados positivos – tanto na soja como também na apicultura. Em algumas caixas da criação, o apicultor conta que já conseguiu produzir mais de 50 quilos de mel, uma média considerada alta. “Se as abelhas conseguem fazer o trabalho de polinização na lavoura, você consegue produzir muito mais soja naquela faixa próximo à criação. Você vê um número maior de vagens, grãos bem formados com maior peso”, reforça o produtor.

O tema é polêmico e controverso, pois já foram registrados prejuízos nas duas pontas, porém o pesquisador Décio Gazzoni explica que as duas atividades podem coexistir sem que haja perdas para nenhuma das partes. Para tal resultado, segundo ele, é necessário o uso de tecnologia e a busca de informação – mas ele ressalta que é preciso também uma mudança de atitude. “As tecnologias estão desenvolvidas; agora, é fundamental que haja comunicação entre as partes e boas práticas agrícolas, tanto na apicultura quanto na agricultura. Novas tecnologias eventualmente podem ser incorporadas, mas com o que temos hoje é perfeitamente possível a convivência entre as partes”, enfatiza o pesquisador.

Durante a 55ª Expoagro, foram programadas mais de 80 palestras. Nos próximos dias, a feira receberá diversos eventos técnicos em várias áreas do agro. Além dos dias de campo do Projeto Fazendinha, também estão programados para esta quinta-feira (16) o XII Simpósio de Ovinocultura e o I Seminário de Agricultura Familiar. Já na sexta-feira (17), acontece o 3º Fórum de Desenvolvimento da Suinocultura. Os visitantes da 55ª Expoagro também podem acompanhar na feira o julgamento de raças, leilões e visitar os estandes e a exposição de animais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
CCJ do Senado aprova texto que criminaliza abuso de autoridade
LEGISLATIVO
Na relatoria da LDO, Marçal vai priorizar desenvolvimento
LIXO ZERO
Ação para recolher lixo eletrônico começa amanhã em Dourados
ASSEMBLEIA
Deputados aprovam dois projetos de lei em primeira votação
OPERAÇÃO KRIMOJ
Facção abrigava parentes de presos e ‘irmãos’ em casas e mansão na Capital
DOURADOS
Atendimentos no Poupatempo começam no próximo mês
BRASIL
Organização que fraudava tributos federais é alvo de operação da PF
FRONTEIRA
Estudante de medicina morre por suspeita de dengue hemorrágica
DOURADOS
Mulher é presa com mala 'recheada' com maconha
FUTEBOL
Brasil abre amanhã contra Paraguai as quartas de final da Copa América

Mais Lidas

DOURADOS
Trans e namorado são presos suspeitos de extorquir cliente após programa
FRONTEIRA
Homem assassinado em estacionamento de shopping é ex-policial
DOURADOS
Jovem morre ao bater moto contra carreta parada no Água Boa
DOURADOS
Homem escapa de tiros na Vila Toscana; ex-namorada e o atual dela seriam os autores